5 inovações que mudarão nossas vidas em 5 anos

As previsões são da IBM e fazem parte de estudos baseados nas tendências de mercado e da sociedade.

lousa
1) A sala de aula aprenderá sobre cada aluno
> Nos próximos cinco anos, a sala de aula vai aprender sobre cada aluno, utilizando dados longitudinais, como os resultados dos testes, assiduidade e comportamento do aluno em plataformas de e-learning, não apenas levando em consideração testes de aptidão. A sala de aula do futuro aprenderá sobre cada estudante no decorrer da sua educação escolar, ajudando os alunos a dominar as habilidades essenciais para atender seus objetivos.

Vender-mais-em-sites-de-vendas

2) Compras em lojas físicas ultrapassarão as online
> Em cinco anos, as compras em lojas físicas voltarão a se destacar. Varejistas experientes usarão o imediatismo do estabelecimento e a proximidade com os clientes para criar experiências que não podem ser replicadas por lojas online.

3d-pictures-dna-3d-pictures

3) Médicos usarão seu DNA para mantê-lo bem
> Em cinco anos, os avanços na análise de dados e grandes sistemas cognitivos baseados em nuvem emergentes, juntamente com avanços em pesquisas e testes de genomas, poderão ajudar os médicos a diagnosticar com precisão o câncer e criar planos de tratamento personalizados para milhões de pacientes em todo o mundo.

android-bouncer
4) Um guardião digital irá protegê-lo online
Em cinco anos, cada um de nós pode estar sendo protegido por nosso próprio guardião digital, que será treinado para se concentrar nas pessoas e itens que protege, oferecendo um novo patamar de proteção contra roubo de identidade. A segurança irá incorporar dados de contexto, situação e histórico para verificar a identidade de uma pessoa em dispositivos diferentes.

 

simcity2
5) A cidade vai ajudá-lo a viver nela
Os dispositivos móveis e o engajamento social permitirão aos cidadãos construir relacionamento direto com os líderes da cidade, para que suas vozes sejam ouvidas não só no dia da eleição, mas sempre.

E você? O que acha? Dê sua opinião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *