Cuidado com as palavras

As palavras têm poder e mudam o sentido, o contexto e o rumo de complexas negociações ou bate-papos informais.

Pare, leia e pense nas seis expressões abaixo:

"Na verdade" e "mas"

Palavras inofensivas podem criar uma grande distância entre você e seu cliente. Como exemplo : "Na verdade, você pode fazer isso em 'Configurações'". Assim, você parece dizer que o cliente estava errado sobre alguma coisa.
A palavra "mas", sem essa preposição ajuda na fluidez do discurso e a torna mais positiva.

"Apenas"

Essa palavra soa sempre, não importando o contexto, como negativa. Como, por exemplo, em: "Você pode esperar apenas um minuto?" Parece que você tem outras coisas mais importantes em vez de ajudar aquela pessoa.

"Sempre" e "nunca"

Ambas são palavras limitantes. Afirmar veementemente que você nunca ou sempre vai fazer algo pode soar negativamente dentro do contexto de uma conversa com clientes em potencial, desencorajando-os a contribuir com novas ideias - mostra que você tem uma visão de mundo limitada e não está aberto a novas opções.

"Deveria"

É claro que há coisas que você poderia fazer de forma diferente, mas não é por isso que deva ficar se julgando. Passar tempo demais pensando nas possibilidades do que poderia/deveria ter acontecido pode causar pensamentos negativos que não ajudam na sua ascensão profissional.

(Com Business Insider e site Administradore.Com)

20140605-124312-45792008.jpg

No Comments Yet.

Leave a comment