Má comunicação traz prejuízos

confronto_discussaoA deficiência na comunicação levou uma empresa mineira a contabilizar um prejuízo correspondente a 10% de seu faturamento mensal, entre produtos que não atendiam ao pedido dos clientes ou que não passaram pelo controle final de qualidade. Segundo um executivo, ouvido pela WebMilk:

“Deste total, podemos estimar que 99% destes problemas estavam relacionados a falhas na comunicação que levaram ao retrabalho e a consequente perda de prazos”.

"Estas falhas partiam de todos os setores da empresa, desde a presidência até a área de serviços gerais”, acrescenta o executivo, que pediu que o nome da empresa não fosse divulgado enquanto implementam uma nova política de comunicação.

De fato, pesquisa realizada pela Project Management Institute Brasil (PMI), com 300 empresas de grande porte apontou que em 76% das organizações pesquisadas o problema com a comunicação é o principal motivo pelo fracasso dos projetos, 71% consideram que o não cumprimento de prazos contribui com estas falhas.

“Além do problema econômico, também detectamos desgastes nas relações profissionais e sociais, o que contribui para um ambiente ruim de trabalho”, avalia o mesmo profissional ouvido pela WebMilk.

 

Em 76% das organizações pesquisadas o problema com a comunicação é o principal motivo pelo fracasso dos projetos

As empresas produzem resultados através da geração de bens e serviços e de sua distribuição no mercado, de forma que os clientes possam perceber o valor que estes bens e serviços oferecem. Para que esse processo aconteça, as empresas elaboram projetos que englobam processos, técnicas e pessoas envolvidas desde a concepção da ideia até a efetiva disponibilização dos produtos e serviços.

“A comunicação entre os diversos envolvidos é fundamental para que todas as etapas ocorram de forma eficiente”, aponta o consultor corporativo e neurocientista Aguilar Pinheiro, diretor de aprendizagem do Instituto Brasileiro de Gestão Avançada (IBGA). 
Linguagem escrita X linguagem oral

Aguilar Pinheiro enfatiza que a comunicação depende de como cada pessoa representa em sua mente a sua parte de conhecimentos e responsabilidades no processo. Isso significa que o resultado do que ela tem em mente pode ser - e normalmente é - bem diferente do que ela expressa em palavras ou por escrito.

Escrever é uma das grandes dificuldades das pessoas e isso gera textos confusos e sem nexo para quem recebe, na maioria das vezes. O problema pode, ainda, envolver inseguranças e medos de as pessoas assumirem responsabilidades nesses comunicados. Isso gera atrasos, compromete orçamentos e pode colocar em xeque a empresa perante a concorrência”, destaca.

“Nas empresas normalmente o trabalho é realizado em equipes e, quanto mais complexo é este trabalho, mais gente envolvida ele exige. Isso significa que a comunicação passa a ser mais importante, às vezes, do que aspectos técnicos do projeto” define Aguilar Pinheiro do IBGA.

“O problema de comunicação é antigo, mas está se tornando mais evidente. Não sabemos escrever bem, não falamos bem o que queremos, não nos relacionamos bem com todos os perfis existentes num ambiente de projeto. Paradoxalmente, estamos na era da tecnologia onde todas as informações podem chegar a todos imediatamente, esteja onde estiverem”, comenta Walther Krause, diretor do PMI-Rio.

Conheça o IBGA > http://www.cursocoachingpnl.com/

 

No Comments Yet.

Leave a comment