O futuro das Assessorias de Imprensa

press

Os recentes episódios com empresas de comunicação amargando dificuldades e atrasando o pagamento do 13º salário, entre outros benefícios, tem acirrado o debate sobre o fim ou não dos jornais impressos. Embora sejam poucos a admitir que o jornalismo - não só o impresso, registre-se - passa por mudanças profundas, outro tema quase não merece discussão nem polêmica: qual o futuro das assessorias de imprensa?

Atreladas ao modelo de comunicação de massa, as assessorias de imprensa se esmeravam em conseguir espaços na grande imprensa com a chamada mídia espontânea. Com os jornalões perdendo espaço, poder, credibilidade e tiragens, as assessorias também estão em processo de mudanças. Algumas saíram na frente, outras vão patinar um pouco até entender o momento e buscar novos rumos.

"Diante do esvaziamento generalizado da imprensa tradicional, as agências de assessorias de imprensa e de comunicação serão expostas à necessidade de antecipar a revisão de seus modelos de negócios, com a criação de estratégias inovadoras de atendimento aos clientes."

O trecho acima é de um estudo feito pelo Radar do Futuro (em parceria com a WebMilk - Comunicação Estratégica). "O futuro diante do cenário de transformações - Projeções sobre tendências das agências especializadas em serviços de intermediação entre clientes e jornalistas que atuam em mídias tradicionais" aborda o cenário atual, contextualiza o assunto e levanta oportunidades e ameaças para profissionais e empreendedores (futuros e atuais).

As assessorias de imprensa serão desafiadas a entender conceitos como “curadoria da informação”, “marketing de conteúdo”, “jornalismo de dados”, “sistemas inteligentes”, “big data”, “análises avançadas”, “inteligência empresarial” e “internet das coisas”, aponta o trabalho.

Será que profissionais e agências estão preparados? Qual é o futuro das assessorias de imprensa?

Quer ter acesso à íntegra do estudo, em formato PDF? Basta enviar um e-mail para falecom@webmilk.com.br e ele será enviado. Totalmente grátis.

Peça o seu!

1 Response

  1. quero uma cópia do estudo em pDF grata

Leave a comment